Musical training, neuroplasticity and cognition

Dement Neuropsychol. Oct-Dec 2010;4(4):277-286. doi: 10.1590/S1980-57642010DN40400005.

Abstract

The influence of music on the human brain has been recently investigated in numerous studies. Several investigations have shown that structural and functional cerebral neuroplastic processes emerge as a result of long-term musical training, which in turn may produce cognitive differences between musicians and non-musicians. Musicians can be considered ideal cases for studies on brain adaptation, due to their unique and intensive training experiences. This article presents a review of recent findings showing positive effects of musical training on non-musical cognitive abilities, which probably reflect plastic changes in brains of musicians.

A influência da música no cérebro humano tem sido alvo de vários estudos nos últimos anos. Muitos trabalhos têm demonstrado que processos neuroplásticos estruturais e funcionais surgem no cérebro como resultado de treinamento musical prolongado, os quais podem produzir diferenças cognitivas entre músicos e não-músicos. Os músicos podem ser considerados como casos ideais para investigações relacionadas à adaptação cerebral, devido às suas experiências únicas e intensivas de treinamento. Este artigo apresenta uma revisão das recentes descobertas que mostram efeitos positivos do treinamento musical em capacidades cognitivas não-musicais, o que poderia refletir a ocorrência de alterações plásticas nos cérebros de músicos.

Keywords: cognitive abilities; musical training; neuroplasticity.

Publication types

  • Review